Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

R10 no horário nobre

Nem Passione nem Araguaia nem Ti ti ti. A novela que concentra as atenções do País nesse momento é a negociação de Ronaldinho Gaúcho. Ou seria Ronaldinho Carioca?

Assis, irmão e empresário do jogador, prova que errar uma vez é humano, duas é teimosia e três já é burrice. Errar quatro, cinco e continuar insistindo no mesmo erro, só ele, Assis, é capaz de fazer.

O irmão de Ronaldinho foi um jogador de talento mediano. Hoje é um empresário sem talento e de competência mediana. Mais atrapalha do que ajuda na carreira do irmão. Fazer o que ele fez até hoje, a frente dos negócios envolvendo Ronaldinho, qualquer um faria. Com o talento acima da média de R10 seria fácil.

Se Assis fosse bom empresário não deixaria que o irmão perdesse a vontade de jogar futebol, como já vem demonstrando há tempos que perdeu. Ronaldinho não parece ver muito sentido em estar em campo, o desejo por dribles e gols já se perdeu faz tempo. Assis só fez contribuir para essa decadência.

O episódio recente envolvendo a vol…

As últimas regalias

2011 começou, o Brasil mudou, mas Lula continua o mesmo.

Depois dos oito anos que precisou para tirar o Brasil da miséria, o messias do nordeste nos cobrou a conta. E até que ficou barato. Férias no Guarujá com toda a família, hospedado na base militar do Forte dos Andradas. Foi convite do camarada Nelson Jobim, ministro da defesa. Caso contrário, o ex-presidente nem poderia ficar hospedado lá. Jobim é mesmo um bom companheiro.

E o passaporte diplomático emitido a dois filhos de Lula? Isso no seu penúltimo dia útil como presidente. Foram os camaradas do Itamaraty, afinal como negar um pedido do Jesus Cristo do ABC? O detalhe é que o documento pode ser emitido a dependentes de autoridades até os 21 anos (24, quando estudante, ou em qualquer idade quando portadores de deficiência).

Luís Cláudio Lula da Silva tem 25 anos. Marcos Cláudio Lula da Silva, 39. E ambos gozam de perfeita saúde. Mas e daí? O Brasil apenas está pagando o que deve ao homem que mostrou que é possível ser pobre e viv…