Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Lula e os pizzaiolos

Esse tipo de declaração que deu o presidente Lula, chamando os parlamentares da oposição de "pizzaiolos", simboliza mais um estopim da crise no Senado brasileiro. A base governista não disfarça seu incômodo com as investigações sobre a Petrobras, Lula bem que tenta se fazer de desinteressado, mas a CPI incomoda. E Lula dispara acusações sem pesar a mão.

Não pode. Um presidente tentar desmoralizar o poder legislativo do país que governa é inadmissível. Essa intromissão negativa de um Poder sobre o outro é prejudicial. As reações às declarações do presidente foram imediatas. Indignados, os senadores derrotaram a indicação de um diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), o engenheiro Bruno Pagnoccheschi. Mesmo os senadores da base se posicionaram veementemente contra o discurso do presidente. Hoje, Cristovam Buarque (PDT-DF) apresentou requerimento de voto de censura à Lula.
O problema maior é que a crise no Senado chegou em um ponto em que ninguém sabe muito bem o que fazer pra…

O reencontro

Lula subiu ao palanque novamente ontem, em Alagoas. Não deixou de defender a candidata à presidência em 2010, Dilma Rousseff, mas tentou fazer isso com discrição. Não conseguiu. Lembrou que a legislação eleitoral não permite campanha antecipada e afirmou apenas que defenderá e ajudará a eleger sua sucessora. Completou com um irônico "ou sucessor".

Desde que determinou a escolha da mãe do PAC como candidata do PT para as eleições do ano que vem, Lula não desceu do palanque. Em todo canto escondido do Brasil, em todo discurso, o presidente encontra uma oportunidade de mencionar a companheira Dilma. É preciso que se crie uma disciplina quanto às campanhas eleitorais antecipadas, do contrário Lula continuará dando o seu jeitinho. O curioso da ida do presidente a Alagoas foi o reencontro com o senador Fernando Collor (PTB-AL). De antigos adversários, os dois quase passaram a melhores amigos. Lula se desmanchou em elogios ao ex-presidente e agradeceu o apoio que ele e Renan Calheir…

CPI da Petrobras

Após dois meses de desgates entre governo e oposição, deve ser finalmente instalada hoje a CPI da Petrobras. Porém, o seu funcionamento só deve ter início em agosto, quando os parlamentares voltam do recesso.

Quem não deve não teme, já diz o ditado. No caso da Petrobras, maior empresa brasileira e símbolo da era Lula, o temor se faz presente. Por isso, no que dependesse da base governista essa CPI seria engavetada e por lá morreria. Agora, principalmente após os escândalos que rondam o poder legislativo, parece inevitável que se instale a CPI, pelo menos como forma de aliviar um pouco as pressões.

Se tomarmos como base as reações do governo, certamente existe algo a ser escondido na intimidade da administração da estatal. O desespero de Lula é convicto, já que um escândalo nesse momento, envolvendo a Petrobras, prejudicaria a candidatura de sua potencial sucessora, Dilma Rouseff.

Mesmo assim, há pouco o que o Palácio temer, é maioria esmagadora na comissão. Dos 11 senadores indicados, oi…

O coronel dono da Fundação

As denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney, não têm fim. A cada dia surge uma nova. Já as desculpas e justificativas para cada novo escândalo permanecem as mesmas. Afinal, ele não sabia de nada.
Por exemplo, o auxílio-moradia que recebia todo mês em sua conta, mesmo possuindo residência fixa em Brasília, não era do seu conhecimento. Os netos empregados no Senado também passaram despercebidos. Os seguranças do Senado contratados para cuidar de sua residência em São Luís, sendo que ele é senador pelo Amapá, também não comunicaram Sarney. E ele, coitado, permaneceu sem saber. Nesses casos, o sobrevivente do coronelismo no Brasil está mais que correto. Não é necessário se desgastar pensando em justificar suas estripulias quando se tem o aval do presidente da República. Quando se está acima da lei, qualquer desculpa é em vão. As últimas denúncias, porém, serão difíceis da dupla Sarney & Lula explicar. Isso porque o presidente do Senado tentou inovar nas explicações, deixou o…